Papinhas orgânicas na Argentina e no Brasil

Neste blog nem se discute: bebês têm que mamar exclusivamente no peito até os seis meses e, quando começam a comer, é mmuuuitooo melhor que as papinhas sejam frescas, variadas, com ingredientes orgânicos e da época. Esta é uma premissa fundamental para criar pessoas com bons hábitos alimentares neste mundo de obesos, diabéticos e hipertensos.

Acontece que João, desde muito cedo, é um viajante. Logo que ele começou a comer, com 7 meses, fomos para Buenos Aires, passar cinco dias. Ficamos em um hotel baby friendly, mas era inviável cozinhar. Levar a comidinha congelada também não seria prático. Então, comecei a procurar loucamente qual seria a melhor opção para alimentar meu Pequenininho. Foi aí que conheci a NutriBaby (http://www.nutri-baby.com/).

A empresa começou a me ganhar quando expôs, no seu site, que o leite materno é o alimento ideal para bebês até seis meses. As papinhas são orgânicas, certificadas. Não têm adição de açúcar, nem conservantes, aroma artificial ou outra gororoba qualquer. A embalagem é livre de BPA e pode ir ao micro-ondas.

Chegando a Buenos Aires fui logo procurando. Foi fácil achar na Farmacity e no Carrefour.

Não provamos as de frutas, porque não faz o menor sentido deixar de dar a fruta para dar papinha. João experimentou a de abóbora, o purê de macarrão com vegetais e a de carne com vegetais. A preferida foi a primeira, acredito que por causa do sabor adocicado.

Voltamos para o Brasil felizes: conseguimos viajar sem interromper a rotina de introdução de alimentos e sem dar ao João conservantes, sal e açúcar. Eu trouxe algumas papinhas e dei para a minha amiga Érica usar, numa emergência, com o Tomás.

Qual foi minha surpresa quando a Érica me manda uma mensagem: “- A Jasmine está vendendo a papinha argentina.”

Pois é, meu povo. Ao que tudo indica, a Jasmine, marca famosa de orgânicos que não é boba nem nada, viu o filão que são mães ávidas por comida saudável e está vendendo as papinhas da Nutrikit (http://www.jasminealimentos.com/ptbr/produtos/detalhes/id/364). Há ainda outros sabores que não conheci na Argentina (arroz com quinoa, por exemplo). Bacana, né?

Aqui em BH achei no Mundo Verde e na Filo. Tenho amigas que já encontraram até em supermercado de bairro! Ê, cidade evoluída onde todo mundo come orgânico!😉

Esta entrada foi publicada em Gestação. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s